Livro infantil com foco na inclusão será lançado em Cuiabá

Livro infantil com foco na inclusão será lançado neste domingo em Cuiabá

A escritora  Joliane Arruda Almeida (foto em destaque) lança neste domingo, dia 17 de julho, na Casa Cuiabana, sua primeira obra e voltada para as crianças: Zahra, a florzinha que queria ser gente. Especialista em educação infantil, a autora, que também é deficiente física de mobilidade reduzida, traz com sua história a importância de conscientização e respeito às diversidades étnicas e dos meios de inclusão desde a primeira infância. Além do incentivo à leitura infantil que ajuda no desenvolvimento social, emocional e cognitivo da criança.Zahra, a florzinha que queria ser gente

Joliane tem 38 anos , nascida em Chapada dos Guimarães-MT, na região da comunidade Cachoeira Rica – antiga denominação de peba derivados dos antigos garimpos da região -, filha de quilombolas, professora e técnica de desenvolvimento infantil. Ela também é graduada em Gestão de Pessoas, formada em Pedagogia e  Especialista em Educação Infantil e letramento.

Joliane Arruda Almeida já esteve como coordenadora, e diretora na Rede Municipal de Ensino de Cuiabá e viu a necessidade de falar mais sobre o assunto da diversidade étnica. Ela aborda esta temática de forma lúdica em linguagens simples que as crianças desde a educação infantil ao fundamental 01 compreendam, e evidencia a diversidade trazendo em seus personagens negros, índios, brancos, além de várias especialidades de PCDs (down, autista , deficientes físicos e visuais, etc), enaltecendo as qualidades de cada personagem.

No enredo que a autora desenvolve na obra, ela procura conscientizar o leitor que, mesmo em  meios suas dificuldade e limitações, qualquer ser humano pode sim ser inserido na sociedade ou mercado de trabalho, escrevendo para ensinar o respeito as diversidades e limitações de cada um e mostrando aos pequenos o que é inclusão desde a educação infantil, buscando reduzir  o bullying nas unidades educacionais públicas e particulares.

O público alvo do livro “Zahra, a florzinha que queria ser gente” contempla crianças de 0 a 12 anos de idade e seus familiares, visa também sua inserção nas unidades educacionais de ensino público e particular. O lançamento ocorre a partir das 19h de domingo (17) e mais informações podem ser obtidas com a autora pelo número 65 99292 6070 (Joliane). 

 

Matéria publicada pelo lupanews.com.br

Deixe um comentário