Base para pele negra: marcas e como achar o tom ideal, segundo expert

Encontrar variedade de tons e subtons, infelizmente, nem sempre é uma tarefa fácil, mas tem solução

Acertar o tom da base pode ser um verdadeiro desafio para muitas mulheres negras. Não encontrar uma boa variedade de tons no mercado ou terminar o make com a pele acizentada estão entre as maiores queixas. 

Conversamos com Carol Romero, maquiadora especialista em pele negra, autora do livro “Dicas de Maquiagem para Pele Negra” (Soul Editora)  e colaboradora do Beauty Tudo, para saber como encontrar a base perfeita

Teste a base na pele antes de comprar
Antes de tudo, é preciso testar o produto na pele para ver. “Costumo testar em 3 áreas diferentes: lateral do rosto, colo e pescoço. Normalmente quem não usa protetor solar vai ter o rosto mais escuro que o pescoço e o colo, já quem usa protetor tem o rosto mais claro ou bem próximo ao tom do pescoço. Depois desses teste conseguimos saber o tom ideal”, diz. E vale seguir a mesma regra para corretivo? Segundo ela, se a finalidade for igualar o tom da pele sim, mas se a ideia for iluminar, um tom mais claro resolve.

Tom X subtom 

Segundo Carol, quando não sabemos o subtom acontece da pele ficar com uma coloração estranha, no caso da pele negra, ela tende a ficar com um aspecto acizentado. Para achar o subtom da pele é preciso olhar bem o rosto limpo e hidratado e observar as duas colorações que a pele tem. “Normalmente o centro do rosto é mais claro, o que chamamos de subtom, e as laterais do rosto podem ser um pouco mais escuras que é o que chamamos de cor de base. Ao olharmos isso percebemos que a nossa base precisa ter o fundo (ou subtom: neutro, quente, frio, bege…) da cor que tem o centro do rosto e o tom propriamente dito, da cor das laterais do rosto”, explica.  Carol ainda diz que, no caso das peles negras, a maioria tem o centro do rosto mais claro -onde o subtom fica mais aparente – e as laterais mais escuras . “Podemos também olhar no colo ou em áreas que pegam menos sol para conseguirmos ver o subtom.” 

 

Como é difícil achar uma base que indique tom e subtom certinho, ela sempre aconselha a misturar duas bases: uma base mais clara, que vai ter o tom certinho do subtom e uma outra base mais escura, com o tom das laterais do rosto. “Assim a gente trabalha com a base mais clara no centro e a mais escura nas laterais e depois vai misturando até ficar uma pele bem uniforme.”

Cobertura nota mil
Para acertar na cobertura é bom saber sobre o tipo de textura e efeito que você quer: para quem gosta de bases com mais cobertura, é bom aplicar com esponja triângulo umida ou um pincel kabuki. Já as bases mais leves, vão bem com pincel duo fiber ou lingua de gato. “No final, eu sempre gosto de dar o acabamento com um duo fiber, independente do tipo de base, porque sinto a pele mais uniforme.”

Como camuflar manchinhas de melasma ou cicatrizes 
Melasma, olheiras, manchas e cicatrizes em pele negra costumam hiperpigmentar e ficar mais escuras devido ao excesso produção de melanina. “Neste caso, sugiro o uso de corretivo laranja bem esfumado nessas áreas pra neutralizar o tom escuro – no caso de peles negra mais claras pode ser coral e nas peles mais escuras, vale optar por um laranja mais concentrado. Depois é só aplicar a base por cima.”

Veja 9 marcas que oferecem uma variedade de tons:

Base Líquida Vegana, Negra Rosa (R$, 45,90): a marca carioca oferece 7 cores de base focados em diversos tons de pele negra.

Base Hipoalergênica Oil Free Matte, Pausa para Feminices (R$ 49): oferece alta cobertura, acabamento matte, longa duração em uma textura cremosa e 12 tons disponíveis. 

Base Studio Fix Fluid, M.A.C (R$ 169): disponível em 59 tons, oferece efeito soft mate e cobertura leve e natural. Vale o investimento! Veja a resenha dela aqui. 

Base Ultra HD Foundation Stik, Make Up For Ever (R$ 210): essa base promete o efeito de pele natural e perfeita em frente às câmeras ou a olho nu. Possui um textura confortável e deixa um aspecto hidratado e acetinado. Disponível em 25 tons.

Base Fit Me, Maybelline (R$ 44,90): desenvolvida especialmente para a pele das brasileiras e está disponível em 18 tons. Veja também a resenha da Base Superstay, da Maybelline 

Base Líquida Stay Naked, Urban Decay (R$ 239): vegana, cruelty free e disponível em 25 tons, oferece cobertura média construível e longa duração de verdade. Veja a resenha do corretivo da mesma linha aqui. 

Base Líquida Ultimate Coverage 24h, Becca Cosmetics (R$ 209): combina luminosidade e correção e está disponível em 24 cores. Promete boa cobertura, longa duração e resistência à água. 

Deixe uma resposta

Fechar Menu